Apostas Mescla 2023 — parte 2

Mescla
7 min readFeb 1, 2023

Todos os anos, os pesquisadores da Mescla selecionam alguns mercados para fazer as apostas dos movimentos que devem crescer ao longo do ano. Este ano, os segmentos escolhidos foram: tecnologia, estilo de vida, branding e marketing, saúde e bem-estar, hospitalidade e turismo e moda e beleza. São sempre três tendências em cada segmento e pelo menos uma inovação que demonstra a aplicação desta tendência. Vamos as apostas Mescla 2023!

Saúde e bem-estar

Auto saúde ou consumerização da saúde. A evolução tecnológica trouxe ferramentas que ajudam as pessoas nas suas rotinas a melhorar a sua saúde. São produtos que podem ajudar os profissionais de saúde, trazendo dados e informações para compreender os pacientes e fornecer um melhor atendimento, além de deixarem os pacientes mais conscientes e informados. Por exemplo, o relógio Wear OS pode dar dicas e ajudar o usuário a criar melhores hábitos para combater a fadiga e melhorar os hábitos de estilo de vida. Também a Withings, já conhecida por seus relógios inteligentes, trouxe esse ano a proposta CES de um monitor de urina chamado U-Scan que você coloca no banheiro para monitorar a saúde metabólica e reprodutiva. Também testes em casa, marcas como Everlywell oferecem todo tipo de teste de saúde que você pode imaginar, desde sensibilidade alimentar a testes de metais pesados. Outros oferecem testes mais especializados, como o teste de fertilidade fornecido pela marca de saúde reprodutiva, Natalist.

monitor de urina U-Scan

Veja também: Healthtechs e as soluções para atendimento remoto

Também conectada com essa tendências, surgem inovações para deixar as pessoas mais atentas e trabalhar suas emoções, a tendência Emoções em foco. As marcas estão introduzindo novas maneiras inovadoras e empolgantes para os consumidores se acalmarem e regularem suas emoções e hábitos, diretamente de suas casas. A LG apresentou uma nova geladeira MoodUp que reflete seu estado emocional. Painéis de porta de LED mudam de cor para se adequar ao humor do consumidor com 23 opções de cores individuais para os painéis superiores e inferiores e sensores que detectam quando um usuário entra na cozinha. Um alto-falante Bluetooth embutido também pode se conectar a dispositivos próximos para reproduzir qualquer áudio ou música estados emocionais e vários temas personalizáveis ​​por meio de um aplicativo. Igualmente, tem um travesseiro redutor de ansiedade da Yukai Engineering que se expande e se contrai para acalmar o consumidor que o segura. Como o travesseiro, chamado Fufuly, retarda seu padrão de “respiração”, ele orienta a respiração do usuário para igualá-la, acalmando efetivamente o usuário para um estado mais repousante.

Geladeira MoodUp que reflete seu estado emocional

Veja também: Inovações criadas para trabalhar a saúde emocional

A última tendência em saúde e bem-estar é o descanso revolucionário, nessa vida agitada de resultados e compromissos, descansar virou um ato de rebeldia, mas cada vez mais essencial. Dentro dessa tendência tem vários movimentos e um deles é a sincronização do sono. Isso envolve ajustar seu ciclo de sono aos ritmos da natureza (como o sol ou a lua) e ajustá-lo ao seu ritmo circadiano. Alguns estudos mostraram que a sincronização do sono pode ajudar as pessoas a adormecer mais rapidamente, além de reduzir sentimentos de estresse e ansiedade, frequentemente associados a padrões de sono ruins. Você pode iniciar a sincronização do sono configurando um horário de sono regular, indo para a cama e acordando no mesmo horário todos os dias. Para ajudar nesse processo existem várias inovações como rastreadores de sono, colchões de alta tecnologia como o da Puffy, cobertores que abraçam, como da Simba Orbit, fones de ouvido que bloqueiam o ruído como Bose Sleepbuds II e até os cronotipos de sono, para entender a necessidade de cada pessoa, como o Smartwatch CZ da Citizen, que funciona como um consultor de autocuidado, alimentado por IA executado em tecnologia da NASA e IBM Watson para avaliar o cronotipo do usuário usando dados de sono.

Puffycolchão de alta tecnologia

Veja também: Inovações que buscam o bem-estar na hora de dormir

Turismo e hospitalidade

Já pensou pagar viagens e hotéis caríssimos só para dormir bem? Pois é, o turismo do sono já existe para ajudar muita gente que, nos últimos tempos, tem tido noites mal dormidas com certa frequência. A prioridade aqui é cama super confortável, quarto com isolamento acústico e práticas integrativas para ajudar no relaxamento. A empresa pioneira a adotar o turismo do sono foi a fábrica de camas de luxo Hästens, que lançou em Portugal o primeiro Sleep Spa Hotel do mundo. As diárias custam a partir de 500 euros e os 15 quartos têm travesseiros de pena de ganso e camas confeccionadas por artesãos apenas com materiais naturais que absorvem o suor. Atualmente, países como Inglaterra, Maldivas, México, República Dominicana e Itália já tem hotéis que priorizam o turismo do sono. No Brasil, o destaque vai para o Atiaia Spa, no Hotel Grand Hyatt, no Rio de Janeiro. Com diárias a partir de R$ 1 mil, ele tem até a preocupação de harmonizar o campo energético do hóspede enquanto relaxa o corpo e estimula o sono.

Print screen do site do Sleep Spa Hotel

A segunda aposta em hospitalidade e turismo são as viagens mistas, aquelas que combinam lazer e trabalho. Hotéis e agências estão investindo em pacotes que prevê espaços para o trabalho na viagem de férias. Um exemplo é o Marriott, que lançou um produto para estadias prolongadas chamado Apartments by Marriott Bonvoy. Já os hotéis Ennismore adicionaram espaços de trabalho ao seu portfólio completo.

Veja também: Resorts urbanos de bem-estar são as apostas das cadeias de hotéis

A terceira aposta deste segmento chama-se Tiktokterização das viagens, ou seja, TikTok está transformando mais um mercado. De acordo com a pesquisa anual realizada pela agência de marketing de viagens e hospitalidade MMGY Global, Cerca de 34% dos viajantes foram influenciados pelo TikTok em 2022, um aumento de 10 pontos percentuais em relação a 2021. Por isso, organizações de marketing de destino estão apostando bastante na rede social, como é o caso da Destination Toronto ou Visit Myrtle Beach, um destino turístico da Carolina do Sul, nos Estados Unidos. Alagoas se destaca na plataforma por meio de criadores de conteúdos de viagens ou pelo usuário Maceió Alagoas Oficial, que tem quase 124 mil seguidores e vende passeios turísticos.

Print screen do TikTok @maceioalagoasoficial

Veja também: AL para o futuro: turismo, desenvolvimento econômico e sustentabilidade

Moda e beleza

A primeira tendência — bambu sustentável — trata-se de usar o bambu como matéria-prima para a confecção de tecidos. Ele tornou-se popular entre as marcas de moda sustentável porque a planta exige menos água, trabalho e tempo para cultivar, em relação às outras plantas populares usadas como tecidos. O tecido a base de bambu está nas sleepwears da Riot Theory, nas roupas para grávidas da Sonday, ambas marcas canadenses e nas marcas de roupas casuais Encircled e Leandrop.

Moletom da Leandrop

Veja também: Indústria têxtil inova na busca por sustentabilidade

Já a tendências ciclos da pele está relacionada com o comportamento das novas gerações, que estão trabalhando a utilização de skincare de forma cíclica, ou seja, ao invés de uma rotina de cuidados com a pele diária, a proposta é fazer ciclos de 4 dias, em que dois dias de aplicação de ingredientes ativos como ácidos e retinol e dois dias sem nada para que a pele possa descansar e produzir suas próprias substâncias. As marcas estão aproveitando essa tendência ao criar kits de ciclos de pele que oferecem aos consumidores de beleza tudo o que precisam para redefinir sua rotina de cuidados com a pele. É o caso da Skin Cycling Kit da By Beauty Bay consiste em quatro soros e instruções para rotação noturna de produtos; e o Skin Cycling Kit da Nip & Fab que inclui cremes hidratantes e produtos ativos de ácido glicólico e retinol, além de um guia de uso de quatro dias para facilitar o acompanhamento do ciclo.

Skin Cycling Kit

Veja também: Skincare high-tech — tecnologia reforça os cuidados com a pele

A última aposta dentro do segmento moda e beleza é a que chamamos beleza sem glamour, que traz a negação do conceito da estética convencional por parte dos consumidores, que passam a impulsionar as mudanças, exigindo representação, acessibilidade e design inclusivo. Um exemplo é a SKIMS, marca de shapewear da Kim Kardashian, que lançou a SKIMS Adaptive para pessoas com deficiências, também a Pink Perfect mostra em toda sua publicidade, peles reais com espinha.

Veja também: Mercados tradicionais apostam em inclusão e diversidade

Fale com a Mescla

Para saber como a Mescla pode te ajudar, entre em contato através do nosso Whatsapp clicando aqui. E se quiser receber a nossa mistura mensal de tendências e inovação, é só assinar a news.

--

--

Mescla

Conectamos mudanças de comportamento com ideias personalizadas para o seu negócio. 👑 + de 200 projetos executados 🚀 clientes em todo o BR